Ah, menina… Queria te ver de novo… poder voltar àquele momento, não creio que durou tão pouco.

Não sei o que aconteceu, só seu que tu me prendeu. E prendeu de uma maneira estranha, como quando a gente ama.

Mas tu mal sabe ou talvez nunca saiba, mas te guardei aqui dentro e menina, tu faz falta.

Mas que falta é esse? Eu te vi apenas uma vez, acho que tô perdendo a cabeça, o que foi isso que você me fez?

Menina, não sei mais o que escrever, não pretendia fazer esse texto mas tu fez por merecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.